R.Carlos Meira, 340 - Penha de França, São Paulo - SP, 03605-010
  • (11) 3892-5438
  • (11) 3892-5442

Brasil tem 4ª maior taxa de desemprego do mundo

DATA: 24/11/2021

O Brasil tem a 4ª maior taxa de desemprego do mundo entre mais de 40 países, de acordo com um levantamento da consultoria Austin Rating. O percentual, de 13,2%, só é inferior ao registrado em Costa Rica (15,2%), Espanha (14,6%) e Grécia (13,8%). 

Posição no ranking

País

Agosto 21

Setembro 21

Costa Rica

15,2

-

Espanha

14,6

14,8

Grécia

13,8

13,3

Brasil

13,2

-

Colômbia

12,7

12,7

Turquia

12,1

11,5

Itália

9,3

9,2

Suécia

8,8

8,8

Índia

8,3

6,9

10º

Chile

8,2

8,4

11º

França

8,0

7,7

12º

Zona do Euro

7,5

7,4

13º

Finlândia

7,2

7,7

14º

Lituânia

7,2

6,7

15º

Canadá

7,1

6,9

16º

Letônia

7,1

6,8

17º

Eslováquia

6,5

6,3

18º

Irlanda

6,5

6,4

19º

Bélgica

6,4

6,3

20º

Portugal

6,3

6,4

21º

Indonésia

6,3

6,5

22º

Estônia

6,0

5,9

23º

Áustria

5,9

5,2

24º

Luxemburgo

5,5

5,4

25º

Islândia

5,4

5,3

26º

Estados Unidos

5,2

4,8

27º

China

5,1

4,9

28º

Israel

5,0

5,2

29º

Austrália

4,5

4,6

30º

Dinamarca

4,5

4,6

31º

Reino Unido

4,5

4,3

32º

Rússia

4,4

4,3

33º

Hungria

4,1

3,6

34º

México

4,1

3,9

35º

Noruega

4,0

-

36º

Eslovênia

3,9

3,9

37º

Alemanha

3,4

3,4

38º

Polônia

3,4

3,4

39º

Holanda

3,2

3,1

40º

Coréia do Sul

2,8

3,0

41º

Japão

2,8

2,8

42º

República Tcheca

2,8

2,6

43º

Suíça

2,7

2,6

44º

Cingapura

2,6

-

O desemprego no país corresponde a mais do que o dobro da taxa média global, de 6,5%, e é o pior entre os integrantes do G20 que já divulgaram números relativos a agosto ou setembro de 2021.

Desemprego

O Brasil registrou 13,7 milhões de desempregados no trimestre encerrado em agosto de 2021 (junho, julho e agosto). A taxa de desocupação chegou a 13,2%. Antes da pandemia, a taxa ficava abaixo dos 12%. 

O rendimento médio mensal do brasileiro caiu 3,4% em 2020 e atingiu o menor valor desde 2012, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). De 2019 para 2020, o valor passou de R$ 2.292 para R$ 2.213. 

Inflação

Além do desemprego e das dificuldades no mercado de trabalho, a economia brasileira sofre com uma grande pressão inflacionária. 

Na última segunda-feira (22), o mercado financeiro aumentou a estimativa para a inflação de 2021, que pela 1ª vez ultrapassa os 2 dígitos, de acordo com o Boletim Focus. Os operadores agora estimam um IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de 10,12%. 

PIB

Os analistas do mercado também revisaram as projeções para o crescimento da economia brasileira. Pela 6ª semana consecutiva, a estimativa do PIB (Produto Interno Bruto) de 2021 teve queda e chegou a 4,80%. 

Segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional), o Brasil deve encerrar o ano com uma taxa de desemprego de 13,8% em 2021, revertendo a tendência de queda observada nos últimos meses.

Com informações do Poder 360

Compartilhar: